Categorias
Poemas

palavras do meu medo…

Fecho os olhos e naum vejo futuro,
se junto as mão só consigo rezar,
a reza é curta e meus pensamentos assombrados,
nada mais é digno ou válido
Tudo são cinzas, tudo são escombros.
Os homens mais poderosos do mundo,
agem como crianças perdidas e acanhadas,
que só sabem chingar, gritar e esperniar.
Aqueles que deveriam erguer um ideal de cidadania
o destroem como se fosse um simples papel….
É uma guerra sem rostos, sem culpados,
só vitimas e fuzelagens, escombros e turbulências…..
Nada mais importa se não a grande sede de vingança,
olhos negros, fechados, atonitos e desesperados,
não sei mais pra onde correr, não sei mais o que esperar.
O amanhã de John Lennon, o futuro de uma só nação está comprometido,
é a vez deles, que apertem o botão então,
que façam tudo voar pelos ares, que justifiquem as mortes sem justificativa
ou explicação, tornem-se iguais, iguais no ódio, na tirania e na cegueira.
Não há mais nada a sonhar,
imagina-te tu com a rosa na mão, o poder da paz ou da opressão.
é poder demais dado a cegos desumanizados pelo impacto da explosão
Seria justo uma nova Hiroshima?
Seria justo?
Não tenho culpa de ter nascido pecador,
não tenho culpa de pisar o chão que piso,
não tenho culpa de comer pra sacear a minha fome
mas não bebo teu sangue pra matar a minha sede.
Não me faço rei no teu sofrer, por que injusta seria tua morte
diante do mal, pois diante de qual mal?
Teria ele coragem de travar uma luta do bem contra o mal,
pois quem é o mal? quem é o bem?
O mal é aquele que devastou o Vietnã, acabou com Nagazaqui?
O bem é aquele da moeda forte, do homem na lua?
O mal é aquele que implodiu um predio e fez quase o mesmo numero de mortos
das guerras do bem?
O bem é aquele que dá forças ao seu povo mas o leva a morte?
Não sei, fecho meus olhos e não vejo futuro
O amanhã, ainda pode ser um lindo dia,
Uma só banderia, basta parar, pensar….. por que a minha morte?
O que eu te fiz? Minha morte, pois não se vive sem futuro
não se colhe, sem plantação……
e principalmente não matasse idéias com revolução……
Seria preciso muito mais,
para calar a vóz de loucos com loucura,
párar os tiranos com tirania.
Seria preciso ser um deles,
viver como eles e sofrer com um deles,
nada justifica nada, tudo nem sempre é justificável
A vida sim, a vida tem razões, o orgulho não, ele fere,
mata, pune e acaba com qualquer força, até mesmo aquela inegualável.